21 April 2015 / Lisboa, Ordem dos Arquitectos / 10 p.m.

 

Young architectural editors – New discourse bases

 

The vitality of the architectural discourse is closely linked to the analytical sensibilities of the editors that promote debates, thus helping to broaden the discipline’s critical consciousness. By bringing together social awareness and space planning, architecture constitutes one of the most significant research fields on the conjunctural dynamics of a given historical period. Even more so in critical times, the architectural discourse emerges in strength asserting itself as a compass of architectural positions, and a catalyst for new ideas and intervention areas. The possibilities opened up by the digital world have given rise to novel editorial projects and permitted new agents to come to the fore, reaching a broad audience with greater autonomy and effectiveness.

This session will bring together young editors with the purpose of debating the contemporary discourse and, in particular: relations between criticism and the new editorial tools; relations between a broader debate and discourse fragmentation; today’s architectural challenges.

 

Novos editores – As novas bases do discuros

 

A vitalidade do discurso arquitectónico está fortemente relacionado com a sensibilidade analítica dos editores que promovem e veiculam debates, contribuindo para ampliar a consciência crítica da própria disciplina. Ao aliar a sensibilidade social com a formulação do espaço, a arquitectura constitui-se como uma das mais importantes bases de pesquisa sobre as dinâmicas conjunturais de cada período histórico. Sobretudo em momentos críticos, o discurso arquitectónico emerge com preponderância afirmando-se como instrumento norteador da posição dos arquitectos e como catalisador de novas ideias, ou áreas de intervenção. As potencialidades do mundo digital, têm possibilitado o surgimento de projectos editoriais, permitindo a afirmação de novos agentes que, com maior autonomia e eficácia, têm conseguido chegar a públicos amplos.

Com esta sessão pretende debater-se, entre novos editores, os contornos contemporâneos do discurso, aferindo nomeadamente: as relações entre a crítica e as novas ferramentas de edição; as relações entre a disseminação do debate e fragmentação do discurso; e os desafios contemporâneos da arquitectura.

 

Paulo Tormenta Pinto, Ana Vaz Milheiro (organizadores/coordinators) Alexandra Areia; Hugo Oliveira; Pedro Baía; Pedro Bismarck; Tiago Krusse

 

Coordenação geral: Rute Figueiredo e Paulo Tormenta Pinto

 

Os ciclos de debates contaram com a parceria institucional da

Secção Regional Sul da Ordem dos Arquitectos

 

Apoios:

Biblioteca da Ordem dos Arquitectos, MUDE, ESAD

 

Download poster debate